• É o Rotary Clube uma sociedade secreta?

    Entre a metade do século XIX e os primeiros anos do século XX vários grupos de ajuda humanitária surgiram em todo o mundo. Em torno deles, a polêmica: seriam clubes de serviço ou sociedades secretas? São muitas as opiniões a esse respeito. Elks (1868), Rotary (1905), Kiwanis (1915) e Lions (1917) entraram em evidência. Foram os precursores de uma nova modalidade de clube, onde ao invés de lazer prega-se a “ajuda humanitária”. Os membros se reúnem semanalmente com o objetivo de unir esforços e recursos financeiros a fim de financiar projetos de ajuda a pessoas carentes e comunidades necessitadas. No entanto, para alguns pesquisadores a “ajuda humanitária” seria apenas uma fachada para esconder sua verdadeira identidade.

    Entre os clubes de serviço, o Rotary é o que mais se destacou e em nosso país.

    O QUE É O ROTARY

    Segundo nos informa o site oficial da organização, o Rotary é uma rede mundial de voluntários dedicados à prestação de serviço social. Fundada pelo maçom Paul Harris, em 23/2/1905, em Chicago, EUA, a instituição tem como lema “dar tudo de si sem pensar em si”. Suas metas são “melhorar a qualidade de vida da humanidade reduzindo disparidades mundiais em áreas como saúde, educação, agricultura, saneamento, recursos hídricos e pequenos negócios”, assim como promover a paz e a harmonia entre os homens. Não sectários e apolíticos, os Rotary Clubes são abertas a todas as raças, culturas e credos, e estão espalhados por diversas partes do Brasil e do mundo. Homens, mulheres, jovens e adolescentes integram os diversos programas da ONG. Para os jovens de 14 a 18 anos, o INTERACT. Para os universitários formados entre 18 e 30 anos, o ROTORACT. Após os 30 anos, o cidadão pode ser membro efetivo do Rotary.

    COMO TUDO COMEÇOU

    Nascido em Racine, Wisconsen (EUA), no dia 19/5/1868, Paul Percy Harris foi o segundo dos seis filhos de Gerg N. Herris e Cornélia Bryan Herris. Aos três anos de idade foi morar em Wallingford, Vermont, com seus avôs paternos, que o criaram. Casou-se com Jean Thompson (1881-1963), mas não tiveram filhos. Formou-se em Direito pela universidade de Iowa e obteve o título honorário da universidade deVermont.

    Paul Herris trabalhou como repórter de um jornal, foi professor de economia, ator e caubói. Em 1896 decidiu advogar em Chicago. Certa noite, durante uma caminhada após jantar na casa de outro advogado, Paul Harris, depois de ser apresentado a alguns amigos do seu colega que eram proprietários de casas comerciais naquele bairro residencial de Chicago se lembrou da vida na cidade de New England onde cresceu. Esse episódio inspirou Harris a organizar um clube, sem “restrições políticas ou religiosas”, para que executivos e profissionais liberais tivessem a oportunidade de desfrutar de companheirismo e estabelecer novas amizades.

    Membros do Rotary Club reunidos em Nova Yorque, 1927, para a eleição do novo presidente internacional da ordem, Henry A. Dorsey.

    Juntamente com Silvester Shile, comerciante de carvão, Gustavus Loehn, engenheiro de minas e Hiram Shorey, alfaiate, Harris formou o primeiro clube. O clube recebeu o nome de “Rotary” devido ao fato de que seus membros se reuniam em rodízio nos respectivos locais de trabalho. No terceiro ano do clube, Harris assumiu a presidência e decidiu que a idéia do Rotary deveria ser expandida para outras cidades e países. Em 1912, após a formação de clubes no Canadá e Inglaterra, a organização passou a se chamar “Associação Internacional dos Rotary Clubes”. Com o passar do tempo, abriram-se filiais na Europa, América do Sul, África e Ásia. Em 27 de janeiro de 1947, por ocasião da morte o Presidente Emérito do Rotary Internacional, Paul Herris, havia cerca de 6.000, Rotary clubes pelo mundo todo.

    UMA ENTIDADE FILANTRÓPICA?

    Usando a mesma estratégia da Maçonaria e de outras sociedades secretas, o Rotary Clube afirma ser apenas uma “entidade filantrópica”, não sectária e apolítica. Entretanto, sabemos que isso não é verdade. Além de algumas semelhanças com a Maçonaria, os rotarianos estão profundamente envolvidos com a política. A maioria dos rotarianos são políticos e muitos deles estão envolvidos na administração de várias cidades e estados do Brasil.

    PROVAS DOCUMENTAIS

    A relação entre o Rotary Clube e a Maçonaria é algo incontestável. Prova disso é que Lojas maçônicas amplamente divulgam na Internet destacam ambos os fundados do Rotary e Lions, Paul Herris e Melvin Jones, como maçons.

    “Maçons famosos fundaram entidades que prestam serviços a humanidade, como Os Escoteiros, por Robert Power; o Rotary, por Paul Harris; o Lions, por Melvin Jones; o grupo de jovens de Demolay, por Frank Sherman Lan.”

    É praticamente impossível desassociar a imagem do Rotary da Maçonaria, até porque existem muitas evidências entre uma e outra sociedade. As características comuns a essas organizações como a composição, do seu quadro de membros efetivos e o método de ingresso dos novos sócios, isto é, previamente selecionados por uma comissão eletiva, são evidências que demonstram a ligação entre as sociedades.

    Algumas lojas maçônicas são compostas, exclusivamente, por rotarianos. Um dos casos é da loja Rotaria número 4195 de Londres, cujas correspondências destacavam carimbos da ONG. e os típicos compassos com a letra “G” em evidência, símbolo internacional do Rito Escocês.

    Entre os anos de 1928 e 29 houve uma campanha internacional contra o Rotary liderado pelo jornal La Civilla, de Roma, que destacava que o “código de ética do Rotary apregoava princípios semelhantes ao da Maçonaria, e que os ensinamentos filosóficos e morais tinham cunho religioso”. Distribuído em vários países, o jornal defendia a idéia que o clube era “demasiadamente amigo dos maçons” e “perigosamente inclinado ao erro de tratar todas as religiões de igual valor”.

    A LOJA MAÇONICA PAUL HARRIS

    Em São Paulo funciona desde 1981 a “Loja Maçônica Paul Herris”, em uma referência ao fundador do Rotary. Organizada por Maurice Alfred Sommer, a sociedade se diz ser herdeira dos ensinos de Paul Harris. Vejamos o que diz:

    “A história da loja maçônica Paul Harris começa com o Rotary, já que Paul Harris, seu fundador, era maçom, conforme consta nos arquivos, e por isso existem muitos pontos em comum entre o Rotary e a Maçonaria, como o combate ao egoísmo, o respeito à igualdade absoluta de direitos e a todas as crenças religiosas e que cada um seja feliz com sua crença.

    No ano de 1981, o irmão Maurice Alfrede Sommer, na época membro do Rotary de Sumaré (SP), sabedor que o fundador do Rotary fora maçom, convocou alguns rotarianos para prestarem uma homenagem póstuma a Paul Harris, outorgando-lhe o patronato da loja que pretendia fundar.

    Em uma reunião realizada no restaurante Don Ciccilo, na Água Branca, com a presença de cinco rotarianos (Maurice Sommer, João Forte, Gilberto Leite, Justino de Matos, Victor Kothe) e mais dois iniciados (Romão Gomes e José Gouveia), expôs suas idéias.

    Aos 29 de junho de 1981, após um trabalho incansável do irmão Maurice, reunindo quinze irmãos, consegui instalar a loja, que é subordinada ao Grande Oriente de São Paulo e federada ao Grande Oriente do Brasil, sendo o venerável da fundação o irmão José Caparroz Sallas. A primeira reunião foi realizada no templo da Unificação, sito na Av. Fagundes Filho, 671, Oriente de São Paulo, sob a presidência do venerável Sallas. O estandarte da loja é descrito obedecendo aos seguintes princípios.

    a) em veículo azul claro;
    b) no centro a engrenagem do Rotary em suas cores originais, substituindo-se os raios pelo esquadro e o compasso na cor dourada contendo no centro a letra “G” em vermelho;
    c) abaixo da engrenagem colocar-se-á o nome Paul Harris e abaixo do nome a data de fundação.

    Dos 15 irmãos que fundaram a Loja Maçônica Paul Harris, sete eram rotarianos e outros três foram admitidos no Rotary Clube de Sumaré.

    A Maçonaria caminha como o Rotary, em busca de FRATERNIDADE, RESPEITO E TOLERÂNCIA. A liberdade de ação e a igualdade de direitos, não poderiam, por isto, deixar de orientar a conduta de seus membros na luta por ideais elevados.

    Traçando este paralelo, a Ordem Maçônica palude a existência do Rotary, que chegamos a apelidar de ‘Maçonaria Branca’, já que acreditamos que Paul Harris tenha se baseado na Maçonaria para elaborar o manual de procedimentos rotários, e isto facilmente poderá ser comparador por qualquer rotariano observando uma sessão branca maçônica”.

  • 23 Comentários

    Veja abaixo os comentários

    1. fernando
      Publicado em 25/06/2010

      na minha cidade somando as 03 lojas existentes, apenas 09 pessoas são rotarianas, logo, nem todo rotariano é maçom e nem todo maçom é rotariano, as pessoas confundem muito, na maioria das vezes um rejeitado na Maçonaria vai para o rotary para aparentar ser maçom….

    2. Kelly Roberta Amorim da Silva Nobile
      Publicado em 29/09/2010

      Boa Noite!
      Estou a procura do meu pai do qual não tenho noticias há dois anos já tentei recorrer a familia dele (pois sou uma filha fora do casamento)mas todos me ignoram não sei se ele está vivo ou morto pois ele já é bastante idoso,mas recorro á vcs pq sei que ele fazia parte da maçonaria não sei bem qual loja que ele fazia parte mas irei passar alguns dados dele para ver se vcs,conseguem me ajudar de alguma forma,o nome dele é Adão Pedro Nobile advogado tinha um escritório na Av,Prestes Maia n241 bairro Santa Efigênia centro SP ele morava na rDr Cesar Santana e pelo que consegui descobrir ele foi morar na casa da minha meia irmã Sônia Maria Nobile de Matos em Alphaville o nome do marido dela é Justino de Matos médico,infelizmente são as únicas informações que tenho ele começou na loja da rua Lins de Vasconcelos no Cambuci e parece não tenho certeza que ele passou a frequentar uma loja da estação de São Joaquim do metrô por favor aguardo retorno me ajudem morro de saudades do meu pai e sofro sem noticias dele.Obrigada cel 01187075667.Kelly Roberta

    3. Marcos Antonio
      Publicado em 29/10/2010

      Gostaria muito de poder fazer parte deste grupo em homenagen aos Rotaruanos e Maçons, e pode realizar este sonho de conhecer melhor uns aos outros com mais dedicação e trabalharmos juntos nessa sociedade. Vale ressaltar que eu vejo tudo isso como uma grande descorbarta para tais fundadores e o crescimento e da aceitação de tudo isso, e que continue crescendo e se expadindo e convocando realmente pessoas habilitada para estar junto desse grupo.

    4. Marcos Antonio
      Publicado em 29/10/2010

      E se possível eu própriamente também fazer parte dessa equipe e de um grande gupo que tem uma visão ampla e dinânmica, e pode desenvolver altos assunto e participar do seu conhecimento.

    5. faugustoss black
      Publicado em 26/12/2011

      parabens npelo seu trabalho.
      é digno de reconhecimento, sucessos a todas fraternidades.

    6. Rogeria Rossi
      Publicado em 11/02/2012

      Olá tenho uma grande admiração tanto pelos rotarianos quanto as lojas maçônicas, porem infelizmente não pude conhecer melhor esses duas entidades se posso chamar assim, sou pedagoga e interprete em LIBRAS, língua brasileira de sinas e gostaria de prestar trabalhos voluntarios,.

      um abraço

    7. Publicado em 20/02/2012

      Como me tornar um Rotaryano
      Rua Ilha de Creta n°16 Recanto Verde Sol CEP 08382-138 SP Capital, fones 11-27310032 / 91843287 / 20595160

    8. luiz carlos pereira gomes
      Publicado em 12/07/2012

      vamos trabalhar pensar so nos mais desfavorecido……

    9. luiz carlos pereira gomes
      Publicado em 12/07/2012

      ja faco parte do Rotary da minha cidade, e trabalho incansavel para atender os menos desfavorecido, hoje o mundo ta cheio de pessoas aproveitadores, e isto ta deixando o mundo torto….

    10. Eustáquio Coelho Resende
      Publicado em 28/08/2012

      Maçonaria, Rotary ou Lions, isto não inporta o que importa é o trabalho que eles fazem na comunidade, são pessoas de bem entre eles existem comerciantes, padres e outras pessoas de varios seguimentos.

    11. Maurício da Veiga
      Publicado em 24/11/2012

      Existem varios maçons em nossa história, presidentes, reis , papas entre outros, Alguns nomes se destacara, mas não necessáriamente um maçon é rotaryano ou ao contrário.Desde a abolição dos escravos pelo mundo com Abran Lincon como protagonista até a tentativa de evitar as 1ª e 2ª guerras, e Santo Dummot que com sua genialidade em sevri acabou sendo vítima, sua inveção viesse a ser usada como arma “avião”, por outro lado descubriu com um sobrevoo nosso santuário “Cataratas do Iguaçú” a história está cheia de grandes maçons e rotaryanos pelo mundo fazendo o bem e servindo, mas sendo mal interpretados… pesquisar a verdade é importante para não haver injustiças…Sou evangélico da IURD.

    12. Lucas Gadelha
      Publicado em 27/03/2013

      Ola pessoal, boa noite, sou de manaus amazonas e eu gostaria de saber como eu faço para ingressar no rotary… obrigado desde já

    13. João Luiz
      Publicado em 17/06/2013

      Naturalmente, pelo simples motivo de serem maçons é natural que os fundadores desta organizações tenham denotado e implantado o espírito maçônico da solicitude e amparo aos necessitados e não nescessáriamente que estas instituições sejam paramaçônicas. Mas por outro lado pelo mesmo motivo de não haver permanecido esta visão do trabalho beneficiente e desinteressado, estas organizações tendem a soçobrar e sumir com o tempo como está acontecendo atualmente, é uma pena que os ideais de de Paul Harris, Melvin Jones e Powel estejam perecendo no coração de seus associados.

    14. JOAQUIM CANDIDO DA SILVA
      Publicado em 31/07/2013

      Não importa se você pertence ao Rotary, Lions, Macionaria, o importante que todos trabalham pela paz mundial, ajudando as pessoas menos favorecida pela sorte dando um pouco mais de alegria ao próximo.

    15. Publicado em 23/08/2013

      meu sonho e ser maçom nunca perco a esperança

    16. Lino
      Publicado em 25/08/2013

      Jose Francisco, procure enviar suas atividades pessoais, suas pretensões para uma loja que mais próxima lhe pareça. Lá haverá uma decisão.
      fraterano abraço
      Gobby.’.

    17. James
      Publicado em 09/10/2013

      Prezados, fui vice presidente fundador do Rotary Club São Bernardo do Campo – Riacho Grande, e depois Presidente deste mesmo Clube. Asseguro que não houve ligação alguma entre o Rotary Club Intenational e a Maçonaria.

    18. Marcelo
      Publicado em 14/11/2013

      ROTARY.Está em mais de 200 Paises atuando contra a polio mielite vamos erradicar de vez esta doença,falta muito pouco.SOU ROTARIANO COM MUITO ORGULHO,UM GRANDE ABRAÇO A TODOS….

    19. Luciano Rocha - 4520
      Publicado em 06/12/2013

      Otimo artigo embora só agora tomei conhecimento. Sou Rotariano e faço algumas pequenas correções.
      O Lema é ” Dar de si antes de pensar em si”.
      As idades mudaram de lá para cá: Interact 12 a 18 anos e Rotaract de 18 a 35 anos.

    20. Isabele Santos
      Publicado em 24/12/2013

      Ola pessoal, comecei no Interact club bem novinha e já tenho sete anos no Rotaract club e nunca, NUNCA ouve relação entre o Rotary e a Maçonaria mais se houvesse qual o problema?? Hoje em dia o mais importante é encontrar pessoas dispostas a “Dar de si antes de pensar em si” o que não estamos encontrando em muitas Igrejas que só se preocupam com DÍZIMOS e OFERTAS, não agravando a todas muito menos indo contra a palavra de Deus, que por sinal eu Creio muito, a verdadeira igreja é o nosso coração e palavra do Senhor SEM DISTORÇÕES, então invés de ficar se preocupando no que o Rotary é ou deixa de ser, se preocupem com o que você faz ou deixa de fazer por um mundo melhor!

    21. Publicado em 25/02/2014

      O ponto de interseção entre maçonaria, rotary e lions é de cunho filantrópico com o intuito de amparar os mais necessitados.
      Aqui na região metropolitana de Curitiba, mais precisamente no município de Pinhais, a afinidade entre essas três instituições é nítida. No mesmo terreno existe uma só construção dividida para essas instituições.
      Sou M.’.M.’. e fui rotariano do distrito 4730 e a grande diferença está na forma de se fazer a filantropia.
      No Rotary, existe uma grande preocupação em se fazer publicidade de suas ações, já na maçonaria não existe esta necessidade.
      Em suma, todas são organizações fundadas em nobres princípios, mas o que pode destoar um pouco são as vaidades pessoais.

    22. Jacinto José Menes
      Publicado em 25/06/2014

      O lema do Rotary não é “dar tudo de si sem pensar em si”, mas “Dar de Si Antes de Pensar em Si”.
      O Rotary não é uma sociedade secreta, mas sim aberta. E não é um clube de filantropia, mas um Clube de Serviços, ou seja, deve viabilizar projetos que beneficiem instituições e/ou comunidades, não apenas pessoas individualmente.
      Ademais, Rotary, Lions e Maçonaria existem para praticar o BEM.

    23. bento nunes dos santos
      Publicado em 17/07/2014

      lendo um pouco mais sobre Rotary,vejo que a organizaçao e incrivel fiquei feliz em saber lutam contra as desigualdades !!!

  • Deixe seu comentário

  • Nome:

    Email (required):

    Website:

    Mensagem: